Terapia Celular - Serviço

O Serviço de Terapia Celular

 

As células-tronco podem ser definidas por duas propriedades fundamentais: a capacidade de auto-renovação e a de diferenciação em outras linhagens celulares. Além disso, podem ser derivadas de embriões ou de tecidos adultos.

 

O tipo de Células-tronco Adultas utilizado nas terapias atuais são as Células-Tronco Mesenquimais (CTM). As CTM apresentam um potencial de diferenciação menor se comparadas às Células-Tronco Embrionárias, porém podem formar diversos tipos celulares e suas fontes são inúmeras, incluindo líquido amniótico, cordão umbilical, medula óssea e a mais utilizada atualmente: tecido adiposo.

 

O uso de células-tronco na Medicina Veterinária cresceu consideravelmente nos últimos anos, tanto na pesquisa científica quanto na prática clínica. Sua importância se deve à sua capacidade de diferenciação em diversos tipos celulares, bem como sua atuação na reparação tecidual, secretando fatores de crescimento, modulando e suprimindo a inflamação e regenerando tecidos sem a rejeição das células pelo organismo.

 

Como consequência lógica, acreditava-se que as células-tronco administradas no organismo, iriam se diferenciar em células funcionais. Descobriu-se, porém, que as células-tronco cultivadas em laboratório pouco exercem essa função, concluindo que a base principal do seu efeito terapêutico é a secreção de fatores solúveis, quimiocinas e citocinas imunomoduladoras.

 

Além disso, por meio da produção dessas substâncias, as células células-tronco novas induzem àquelas existentes no organismo a realizarem efeitos imunomoduladores e regenerativos.

 

Em cães e gatos, a terapia com células-tronco tem seu foco em tratamentos ortopédicos e neurológicos (lesões medulares e de nervo periférico, cinomose, artroses, doença do disco intervertebral, etc.), mas também tem tido bons resultados em diversas condições clínicas como problemas hepáticos e renais, alterações na pele, doenças do sistema imune, problemas intestinais e alterações oftálmicas.

 

Dependendo da enfermidade a ser tratada, as principais vias de administração das células são: intra-articular, intravenosa, intratecal/epiduraleperineural.

 

As aplicações são feitas por meio de injeções, o que torna necessária, na maioria delas, a sedação ou anestesia geral do animal (para que não sintam dor e para maior segurança na aplicação da técnica).

 

O uso clínico das células-tronco tem efeitos terapêuticos importantes, se tornando uma ferramenta benéfica e levando esperança a quem a utiliza como tratamento, principalmente, em enfermidades de difícil controle ou cura.

 

Estudos atuais têm demonstrado efeitos sinérgicos entre o transplante de células-tronco e a Acupuntura, nos quais animais tratados de forma simultânea por essas terapias obtiveram melhores resultados.

 

Assim, tanto seus efeitos similares quanto o sinergismo na associação das duas terapias propõem uma promissora forma de tratamento.

 

Marianne Camargos Dias [médica veterinária acupunturista com mestrado em terapia celular]

Nossa área de atendimento

Atendemos em nossa sede, em parceiros e em domicílio


Zona Sul: Aclimação, Moema, Vila Mariana, Vila Clementino, Vila Nova Conceição, Brooklin, Brooklin novo, Interlagos, Saúde, Jabaquara, Morumbi, Portal do Morumbi | Zona Norte: Santana, Horto Florestal, Freguesia do Ó, Casa Verde, Vila Amália, Vila Amélia (Av. Santa Inês), Tucuruvi, Jardim São Paulo, Vila Guilherme | Zona Leste: Tatuapé, Mooca, Vila Formosa, Ipiranga, Vila Alpina, Vila Carrão | Zona Oeste: Pinheiros, Butantã, Perdizes, Pompéia, Jd. Bonfiglioli, Vila Sônia, Jardins, Vila Madalena, Vila Leopoldina, Lapa | Grande São Paulo: Granja Viana, Cotia, Osasco, Taboão da Serra, Pirituba, São Caetano do Sul, Santo André e São Bernardo do Campo.

Quer conhecer mais sobre nossa equipe, locais de atendimento, horários e ainda tirar suas dúvidas sobre acupuntura ou fisioterapia? Nossa equipe de atendimento é ótima e irá te ajudar!