O que é “marcar território” e como parar com isso?

cachorro marcar territorio

Artigo de Ashley Bennett do site www.cesarsway.com

Tradução de Dra. Carolinne Torres

Vamos encarar: cães são animais territoriais por natureza. Eles gostam de proteger seus territórios e pertences. Marcar o território é diferente de “fazer xixi” por que apenas trata-se de uma pequena quantidade de urina lançada com a intenção de que os demais cães fiquem sabendo que esse território pertence a alguém. Quando as pessoas percebem seus cães marcando território ao redor de suas casas têm que entender que não é por maldade, mas por insegurança.

Para um cão essa insegurança pode ser originada pela sensação de que o seu território está sob o cerco de outro animal ou pessoa de dentro ou, até mesmo, de fora da própria casa. A territorialidade não é sempre uma má coisa, mas é, definitivamente, ruim para a casa, pois envolve urina ao redor de coisas e locais que “pertencem” ao cão.

A exposição do cheiro após algum tempo também pode desencadear remarcação. Aqui está o que você precisa saber para prevenir esse comportamento:

Castrar o cão

Caso ainda não tenha feito isso, castrar o seu animal pode reduzir os incidentes de marcação territorial. Isso pode ser estendido para a vida do seu cão também, melhorando outros aspectos de sua saúde e reduzindo o número de cães não desejados nas proximidades.

Cães castrados podem ter ainda comportamento de marcar território dependendo de fatores externos. De acordo com a organização “A report from the Humane Society”, castrar o animal pode ajudar a reduzir a probabilidade de marcar o território, mas nem sempre completamente interromper esse hábito.

Permita que seu cão se acostume com rostos não familiares

Algumas vezes o seu cão pode começar a marcar território ao redor da casa por que alguém novo foi introduzido no ambiente, tanto pode ser um novo morador, outro animal ou até mesmo um visitante frequente. As chances são de que o cão sinta que a pessoa ou o animal foi introduzido em seu reino e ele sente a necessidade de mostrar que ainda tem a prioridade sobre esse espaço. As pessoas geralmente ficam chateadas com esse tipo de comportamento, mas os outros animais entendem o que isso significa. A única maneira de resolver esse problema é permitir que seu cão tenha uma verdadeira interação com o novato, deixando com que eles gastem um tempo juntos para formar uma conexão. É importante e mais seguro manter o novato longe da área do animal até que os dois tenham mais familiaridade entre si!

Estabelecer-se como líder da matilha

Cães possuem regras, limites e limitações. Não é uma boa ideia permitir que o cão seja o líder da casa, sente sobre a mobília, coma na mesa ou tenha qualquer outro tipo de comportamento perturbador. Embora seu cão seja seu companheiro, ele é um seguidor da sua matilha, não o líder. Você pode reduzir esse tipo de comportamento fazendo-se o líder da matinha, usando a calma e a energia assertiva. Faça seu cão merecer a comida, a água e o seu afeto através de exercícios e disciplina – exercícios com uma ou duas caminhadas diárias para drenar sua energia e disciplina através de regras, limites e limitações estabelecidos por você.

Esses problemas comportamentais normalmente são exacerbados quando há falta de treino e disciplina para o animal. Caso isso seja um grande empecilho considere aulas de obediência e treinamento com um profissional ou converse com um médico veterinário para avaliar as muitas soluções.

 

Um ótima semana!

 

Compartilhe

Comments

  1. Tenho um bace, mudei de casa e as vezes minha filha leva la pra casa a puldo dela, e o meu bace começou a marcar território com mas frequência.

    • Olá Celia, como vai?

      O seu animal provavelmente está sentindo uma ameaça em seu território e, portanto, irá marcar mais e com maior frequência. A dica que posso te dar é que o ideal seria você se tornar a líder da casa para ele. Dessa forma não há como ele e o Poodle da sua filha brigarem por uma liderança na casa (através da demarcação de territórios). Alguns autores falam muito sobre isso e seria interessante verificar no material que eles disponibilizam no seus sites e aprender como se portar como a “líder da sua matilha” perto de seu cãozinho. Assim você não só evita as constantes marcações de território, mas também cria um ambiente mental saudável para ele.
      Segue um bom site para busca: http://www.cesarsway.com

      Espero ter ajudado!

      Um abraço,
      Dra. Carolinne Torres.

  2. Suelen Castro : março 6, 2014 at 1:43 pm

    Bom dia.Tenho um york shire macho de 1 ano e ele marca território em tudo quando é lugar e também faz coco e xixi fora do lugar. Já tentei corrigir isso, já comprei vários produtos já tentei educar com jornal, mas ele rasga o jornal. O que eu faço?

    • Olá Suelen,
      Caso o seu baixinho não vá cruzar e ter filhotes, e ainda não for castrado, esse seria um primeiro passo importante para reduzir esse problema da marcação de território. Além de reduzir alguns problemas que aparecem com a idade, como o aumento da próstata e o aparecimento de tumores em testículos e na própria próstata.
      A testosterona produzida nos testículos é o hormônio responsável por parte desse comportamento de “proteção de território” e que faz parte da natureza dos canídeos, no entanto ao levarmos eles para nossas casas nos deparamos com esse inconveniente. Ao castrarmos um animal que não desejamos que se reproduza, melhoramos sua expectativa de vida e retiramos os altos níveis de testosterona da circulação sanguínea desse animalzinho, fazendo com que essas atitudes “impulsivas” sejam reduzidas.
      Outra coisa a ser feita é um processo de adestramento com liderança por parte de todos os moradores da casa…ou seja todos precisam ter comportamento de líder para que o animal não se sinta à vontade para marcar o território dentro de casa, apenas na rua. Isso significa aprender a dizer ao animal com gestos, palavras, intonações e postura, que a casa é sua e você está convidando ele para fazer parte da sua matilha e não o contrário.

      Segue um site bem legal para encontrar um material de leitura sobre esses comportamentos e como trabalhar isso em casa com todos:
      http://www.cesarsway.com/dog-training/the-basics/Book-Excerpt-Bringing-Your-New-Dog-Home
      http://www.cesarsway.com/channel/dog-training/leadership

      Espero ter ajudado!

      Atenciosamente,
      Equipe Flor de Lótus

  3. OLÁ, TENHO UM SHITZU DE 3 ANOS, MORO EM APARTAMENTO , ELE FAZ MUITO XIXI EM TUDO, MAS O QUE MAIS ME INCOMODA É O XIXI, EM CIMA DA CAMA E EM CIMA DO SOFÁ, NÃO AGUENTO MAIS, AI ME DISSERÃO PRA CASTRAR QUE MELHORA, MAS ESTOU EM DUVIDA, CASTRO OU DOAR PRA ALGUEM, ME AJUDE.

    • Olá Silvia, como vai?
      O xixi fora de lugar pode realmente ser evitado com dois processos, a castração do animal e o treinamento dele e da família por um profissional especializado em comportamento animal. O fato dele marcar todo o território a todo momento ocorre justamente por causa da falha da família em demonstrar quem de fato é o líder da matilha. Dessa forma ele toma a liderança para si, pois sem governo uma matilha pode ser presa fácil na natureza. Lembre-se de que ele nunca faz isso para irrita-los ou castiga-los por alguma atitude, mas apenas por que é de sua natureza conviver em bandos com hierarquias definidas.
      Não creio que haja necessidade de se desfazer de um animalzinho por conta de um problema como este. Fica a dica então: castre e contrate um profissional especializado em comportamento animal para ajuda-los a entender melhor o baixinho.

      Atenciosamente,

  4. Ola, tenho 2 labradores machos, o Zeus de 1 ano 1 mês é o Petrus de 1 ano, o Petrus faz xixi em todo lugar ele passa para sala e fax xixi basta agente entrar no quarto eu sair de casa ele sobe a escada e vai fazer xixi lá em cima e junto com o xixi vem também o coco fico desesperado com isso queria que eles ficassem só em baixo , mais basta eu sair de casa ou entra no quarto para dormir (noite) que ele sobe a escada e fax xixi!

    • Olá, Arthur.

      Aparentemente temos um problema comportamental. Provavelmente há uma disputa de território entre os dois labradores, inclusive com vocês. No caso dos machos isso é um pouco mais difícil de resolver, pois temos o instinto gerado pela testosterona presente a todo momento.
      Caso não desejem castrar os dois baixinhos (o que seria indicado caso não queiram reproduzi-los no futuro) a melhor indicação seria a contratação de um comportamentalista animal, para que esse verifique como vocês poderiam estabelecer a hierarquia novamente em casa. Ou seja, quem é o primeiro em comando (deve ser um dos donos), quem está em segundo lugar (normalmente outro humano) e quem dos animais é mais dominante. Dessa forma você precisará tratar o mais dominante como tal, dando carinho e alimento primeiro para ele e apenas depois para o outro.
      No início não é fácil criar esses comportamentos, por isso o auxílio de um profissional competente é sempre indicado.

      Esperamos tê-lo ajudado.

      Abraços.

  5. Ola. Ganhei um cachorro que esta com 8 meses, da raça maltipoo e ao chegar em minha casa esta fazendo xixi por todos os lados. Pelas minhas pesquisas, é marcação de território, xixis curtos e com intervalos de tempo pequenos. Estou fazendo o treinamento para que aprenda a utilizar o local correto, escolhi o banheiro da casa. Algum problema no local? Deixo sempre bem seco após os banhos para que o animal não sinta o local molhado. Até hoje só fez uma vez no local correto. Mesmo sendo filhote, devo castra-lo? Como ensina-lo a ir ao local? Por exemplo, brincar com ele no local ou deixa-lo trancado por um tempo? Não sei como fazer essa parte. Obrigada.

    • Olá Leonara,
      Não sei se já conseguiu um bom resultado com o seu baixinho, mas o melhor realmente é castrá-lo o quanto antes. A contratação de um profissional para lhe ajudar a adestra-lo a usar sempre o mesmo local seria de grande valia também, pois após algum tempo esse hábito torna-se mais difícil de se retirar.
      Uma coisa que pode ajuda-la é o seguinte: Todos os cães costumam fazer suas necessidade pouco tempo após comer, portanto se estiver dando comida em intervalos regulares, vale a pena leva-lo ao local em que deseja que ele utilize como banheiro e ficar junto com ele confinado nesse local por algum tempo após a refeição. Assim que ele fizer alguma necessidade no local faça muita festa e dê muito carinho para que ele identifique esse ato como algo positivo e pense em repetir para receber novamente atenção. Conforme ele vá entendendo isso você pode ir reduzindo o local até que fique em um tapete higiênico ou jornal.
      Espero ter ajudado!

      Atenciosamente,

  6. Ola

    Hj meu cachorro esta com 1 ano, ele sempre faz xixi e coco no lugar certo, mas uma vez ou outra ele faz no lugar errado, por exemplo hj ele fez xixi no tapete e ja faz um bom tempo que ele faz sempre no lugar certo,

    vamos falar que ele faz uma vez errada a cada 2 meses.

    sera que ele esta marcando território? Pois pelas definições acredito que nao, pois quando eu chego com algo novo, ele nao tenta marca território e tb acredito que se fosse marcação de território seria mais frequente.

    PS: ele não é castrado.

    desde já agradeço!

    • Olá Edgar,
      Creio que não parece ser uma atitude de marcar território, mas talvez algo comportamental. Por exemplo, quando você fica muito tempo fora de casa e ele reage com um ato de “desobediência” para pontuar, por via das dúvidas, quem está no comando naquele momento. Mas aqui é importante não pensar como humano, que ele ficou triste e resolveu descontar de alguma forma isso. Na verdade o que pode acontecer é uma falha (por quaisquer motivos) na dominância da matilha, fazendo com que ele tente a vaga de dominante de tempos em tempos. Nesse caso o ideal é que você identifique o que pode estar fazendo que leve ele a contestar a sua dominância dessa forma, mas importante dizer que nesses dias em que ele faz xixi fora do lugar não brigue com ele ao chegar em casa, pois se ele entender que ao fazer isso ele ganhará sua atenção (mesmo que de forma negativa), ele passará a repetir esse ato toda vez que quiser sua atenção.
      Espero ter ajudado!
      Um abraço,

  7. Olá, era. Tenho um cãozinho york de 8 anos. Acabamos de castrá-lo e eu gostaria de saber se ele tem gde chance de parar de marcar território, já que temos uma femea filhote de pinscher. Grata pela ajuda

    • Olá Kátia, como vai?
      Caso a sua cachorrinha seja castrada também e não entre no CIO no território do seu York de 8 anos as chances serão maiores. Pois como ele já entrou em contato com hormônios sexuais por 8 anos e o CIO dela “desperta” essa memória, pode aumentar as chances de marcação territorial mesmo com ele estando castrado.
      Mande notícias!
      Atenciosamente,

  8. Olá, tenho um spitz alemão de 1 ano e 9 meses, ele está fazendo xixi na casa inteira, mas antes ele fazia em um lugar certo no jornal, não sei o que fazer… ninguém consegue sair pra passear com ele, ele late sem parar no passeio inteiro e é muito ancioso !

    • Flor de lótus : outubro 7, 2016 at 5:58 pm

      Olá Rebeca,
      O seu baixinho é castrado?
      Esse comportamento que está relatando normalmente tem relação com comportamento de macho inteiro (sem ser castrado) marcando território.
      Eles podem mudar o comportamento por vários motivos, dentre eles: questões de saúde, como um desequilíbrio hormonal (normalmente ligado a produção de testosterona), até problemas psíquicos, como o medo e a ansiedade. O ideal seria levá-lo a uma consulta clínica (com o médico veterinário clínico dele, por exemplo) para a distinção desses quadros e o devido aconselhamento.
      Valeria a pena contratar também um comportamentalista animal para lhes ajudar, pois ele ficar mais tempo sem passear pode gerar ainda mais ansiedade e piorar o quadro da marcação de território por toda casa. Aqui vale ressaltar que o trabalho do comportamentalista deve ser feito em conjunto com todos os moradores da casa, já que a rotina e as manias de cada morador pode influenciar no comportamento dele, tanto positivamente quanto negativamente.
      Espero ter ajudado! Um abraço,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *