Exercícios para pets exóticos

Exercícios para pets exóticos

A dica mais importante dos exercícios para pets exóticos é levar em consideração o comportamento e os hábitos da espécie na natureza para tentar adaptar ao cativeiro.

 

Coelhos, porquinhos-da-índia e jabutis

Eles apreciam passeios em terreno plano e gramado, no qual possam ingerir folhas enquanto caminham.

Contudo, para evitar fugas, deve-se cercar uma área para a atividade; além de certificar-se de que a grama não possua agrotóxicos e pesticidas, que podem levar os animais à intoxicação. Dentro de casa, pisos antiderrapantes são os mais indicados para evitar lesões de coluna e articulações.

Furões

Devido ao seu comportamento explorador, furões apreciam passear em túneis e tocas; além de perseguir brinquedos que simulem presas, como varetas com penas.

Pets de hábitos arborícolas como saguis e iguanas podem ser encorajados a se exercitar através da instalação de poleiros e plataformas em seus recintos; os quais podem ser periodicamente trocados de lugar para estimular a mobilidade.

Aves

Aves como calopsitas e papagaios podem desfrutar de vôos supervisionados dentro de casa, desde que as rotas de fuga (como janelas e portas) sejam bloqueadas.

O uso de poleiros de diâmetros diferentes promove o exercício das articulações dos pés.

Pets muito pequenos ou ariscos

Hamsters e camundongos, por exemplo, podem ser exercitados dentro de suas gaiolas com o uso de rodas de exercício; no entanto, o diâmetro das mesmas deve ser apropriado para o tamanho do animal, a fim de evitar lesões de coluna; e a mesma não deve possuir vãos, nos quais o animal pode prender as patas e se machucar.

 

Autora:
Lygia Francelino
Acupunturista de Animais Exóticos e Silvestres

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *